um pouco sobre

ALEXANDRA MAIA nasceu no Rio de janeiro, é poeta, produtora de cinema e teatro. Formada em jornalismo, pouco exerceu de seu ofício. Alexandra é múltipla no que faz, mas seu maior amor é a literatura. Tem dois livros publicados: Coração na Boca (Editora Sette Letras, 1999) e 100 Anos de Poesia – Um Panorama da Poesia Brasileira no Século XX (O Verso Edições, 2000). E participou do coletivo de contos Tertúlia (Imã Editorial, 2012), e da coletânea de poemas Ver o Verso - em mãos (O Verso Edições, 2000), livro do grupo Ver o Verso.

 

Aliás, Alexandra ama recitar poesia. Produziu e participou do recital de poesia Ver o Verso com os poetas Mano Melo, Claufe Rodrigues e Pedro Bial. Durante três anos, o grupo Ver o verso se apresentou quinzenalmente no Rio de Janeiro e em diversas cidades do país.  

 

Para o teatro, escreveu (com Ludmila Rosa) e produziu a peça A menina do dedo torto. Como atriz, trabalhou com diretores como Antunes Filho, Luis Fernando Lobo, Moacyr Góes e Marco Antônio Braz.

 

No cinema, como produtora, coordenou o lançamento dos filmes Órfãos do Eldorado (Guilherme Coelho), Nelson Freire (João Moreira Salles), Edifício Master (Eduardo Coutinho), Paulinho da Viola - Meu Tempo é Hoje (Isabel Jaguaribe), Fala tu (Guilherme Coelho), Onde a Terra Acaba (Sérgio Machado), Entreatos (João Moreira Salles) e Peões (Eduardo Coutinho). Trabalhou na produção executiva dos filmes Cidade Baixa, de Sérgio Machado e Linha de Passe de Walter Salles. E ainda como assistente de direção dos filmes O primeiro dia, de Walter Salles e Daniela Thomas, e Onde a terra acaba, de Sérgio Machado. 

Foto: André Wanderley

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

©2019 by www.alexandramaia.com.br. Proudly created with Wix.com